GNR deteve homem e apreendeu mais de mil doses de cocaína em Paranhos da Beira

A GNR deteve um homem de 28 anos pela alegada prática do crime de tráfico de droga e apreendeu mais de mil doses de cocaína no concelho de Seia. O Comando Territorial da GNR da Guarda refere em comunicado que o suspeito foi detido na quarta-feira, através do Posto Territorial de Paranhos da Beira.

Segundo a fonte, o homem estava na posse de 1.008 doses de cocaína, que foram apreendidas.

A GNR adianta que, no âmbito de uma fiscalização rodoviária, os militares «apercebendo-se que o condutor estaria com um comportamento nervoso e questionado se trazia consigo algo ilícito», este entregou, voluntariamente, um saco que continha no seu interior 533 doses de cocaína.

No seguimento de diligências policiais, os militares efectuaram uma busca domiciliária e apreenderam mais 475 doses de cocaína, uma soqueira com faca de abertura automática, um bastão extensível, uma balança de precisão e 2.400 euros em numerário.

A acção, desencadeada através do Posto Territorial da GNR de Paranhos da Beira, contou com o reforço de militares do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Gouveia.

O detido foi presente no Tribunal Judicial de Seia para primeiro interrogatório e para aplicação de eventuais medidas de coação.

Detido por tráfico de estupefacientes junto a escolas

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal de Santa Comba Dão, deteve em Tábua um homem de 59 anos, por tráfico de estupefacientes. No âmbito de uma investigação que decorria há nove meses, os militares apuraram que o suspeito se dedicava ao tráfico junto de escolas e estabelecimentos comerciais nos concelhos de Santa Comba Dão, Carregal do Sal, Mortágua, Arganil, Tábua, Oliveira do Hospital e Seia.

Durante as diligências policiais, foram realizadas cinco buscas, três domiciliárias e duas em veículos, nos concelhos de Tábua e Oliveira do Hospital, destacando-se a apreensão de 300 doses de cocaína, 200 doses de heroína, 10 doses de haxixe, 26 munições, 2.000 euros em numerário, uma viatura e material informático.

%d bloggers like this: