Comandante de Operações de Socorro da Guarda pede reforço de medidas a vendedores ambulantes

Direitos Reservados

Direitos Reservados

O comandante operacional do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, António Fonseca, apelou hoje aos vendedores itinerantes de produtores alimentares e aos clientes que «reforcem as medidas de prevenção» devido à pandemia da covid-19.

«A venda de produtos alimentares de forma itinerante (venda ambulante) é uma actividade de extrema importância social numa boa parte das localidades do Interior, sem estabelecimentos comerciais de venda a retalho, com populações envelhecidas e sem capacidade de deslocação», refere António Fonseca em comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo o comandante do CDOS da Guarda, «importa que, tanto operadores como clientes, reforcem as medidas de prevenção contra a disseminação do coronavírus, aplicando as medidas de higiene e segurança alimentar, a desinfecção adequada dos veículos e equipamentos e a manutenção das devidas distâncias de segurança».

%d bloggers like this: