Hospital de Seia com área dedicada à Covid-19

Unidade Local de Saúde da Guarda vai ter quatro locais para recepção de doentes.

A Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda vai ter, a partir de segunda-feira, quatro locais distintos na sua área geográfica de influência para recepção de doentes infectados pela Covid-19.

«A partir desta segunda-feira, dia 30 de Março de 2020, na área de abrangência da ULS da Guarda, vão estar em funcionamento quatro Áreas Dedicadas Covid (ADC-Comunidade): Guarda, Trancoso, Pinhel e Seia», refere a ULS em comunicado.

Segundo a nota, «com a abertura destas áreas pretende-se maior celeridade e eficácia na prestação de cuidados de saúde aos doentes infectados com o novo coronavírus».

De acordo com a ULS, a “ADC-Seia”, vai funcionar junto ao Hospital Nossa Senhora de Assunção e receberá doentes dos concelhos de Seia, de Gouveia e de Fornos de Algodres.

A “ADC-Guarda” vai funcionar na Extensão de Saúde da Guarda-Gare e receberá doentes de todo o concelho da Guarda e dos municípios de Sabugal, Manteigas e Celorico da Beira.

A “ADC-Pinhel”, vai funcionar junto ao Centro de Saúde de Pinhel e receberá os doentes dos concelhos de Pinhel, Almeida e de Figueira de Castelo Rodrigo.

Por último, no Centro de Saúde de Trancoso vai funcionar a denominada “ADC-Trancoso”, que abrangerá os doentes dos municípios de Trancoso, Mêda e Vila Nova de Foz Côa.

As consultas Covid nas quatro unidades que vão funcionar a partir de segunda-feira, serão realizadas todos os dias da semana, das 08:00H às 20:00H.

A ULS da Guarda (que abrange 13 concelhos do distrito da Guarda, excepto o de Aguiar da Beira, que pertence ao Agrupamento de Centros de Saúde do Dão – Lafões), gere os hospitais da Guarda (Sousa Martins) e de Seia (Nossa Senhora da Assunção), e também 12 centros de saúde e duas unidades de saúde familiar (A Ribeirinha, na cidade da Guarda e a “Mimar Mêda”, na cidade de Mêda), abrangendo cerca de 142 mil habitantes.

%d bloggers like this: