Oliveira do Hospital celebra património com visitas virtuais a monumentos

Ruínas Romanas da Bobadela

Ruínas Romanas da Bobadela

A Câmara de Oliveira do Hospital vai disponibilizar, no sábado, visitas virtuais a três monumentos nacionais deste município do distrito de Coimbra.

A iniciativa está integrada nas comemorações locais do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, informa, em comunicado, a autarquia presidida por José Carlos Alexandrino.

Através de fotografias a 360 graus disponíveis nas redes sociais do município, as pessoas poderão efectuar visitas à Capela dos Ferreiros, à Igreja Moçárabe de Lourosa e às Ruínas Romanas de Bobadela.

«Para celebrar o património, será também disponibilizado ‘online’, em quatro línguas, o filme ‘Splendidíssima Civitas’, que em 2018 foi distinguido, em Itália, no Festival Internacional de Cinema Documental, obtendo o segundo lugar do Premio Archeoclub D’Italia, atribuído pelo público aos filmes que melhor comunicam o conhecimento», adianta a nota.

Trata-se de um documentário realizado por Ruy Pedro Lamy, da empresa Arqueohoje, especializada em conservação e restauro do património, «que revela a importância da atual aldeia de Bobadela» no período da ocupação romana do território.

Há 2.000 anos, Bobadela era uma cidade romana então designada como Splendidissima Civitas.

Para sexta-feira, véspera do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, a Câmara de Oliveira do Hospital, acolhendo um convite da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), tinha agendado um programa com vários oradores, que foi cancelado devido à pandemia da Covid-19.

No II Colóquio Terras de Ulvária, deveriam intervir Lídia Fernandes (Museu de Lisboa – Teatro Romano), Rodolfo Feio (Universidade de Coimbra, UC), Carmen Soares (UC) e Suzana Menezes (diretora regional de Cultura do Centro), bem como os arqueólogos Manuel Luís Real e Clara Portas.

%d bloggers like this: