Seia reabre cemitérios com regras apertadas

Portas dos cemitérios vão voltar a abrir de forma condicionada

Portas dos cemitérios vão voltar a abrir de forma condicionada

O Município de Seia vai reabrir os cemitérios municipais, embora com restrições para garantir a prevenção de infecção pelo novo coronavírus.

Os dois cemitérios da cidade de Seia, da responsabilidade do Município, reabrem no sábado, coincidindo com a véspera do Dia da Mãe, informa a autarquia num aviso publicado no sitio oficial na internet.

A partir deste sábado, os cemitérios serão reabertos sob apertadas regras de segurança, sendo «proibida a aglomeração de pessoas, devendo ser garantido o distanciamento social, impondo-se o distanciamento mínimo entre pessoas de dois metros», previne a autarquia.

A permanência de pessoas neste local deverá resumir-se «ao tempo estritamente necessário, num máximo de 30 minutos», sendo «fixado o limite máximo de presenças de 10 pessoas em simultâneo».

Durante a realização de funerais o cemitério «é encerrado», funcionando de acordo com o aviso de 20 de Março, com um limite de 10 pessoas, para além dos responsáveis pela execução das exéquias fúnebres, a fim de evitar uma eventual propagação do surto pandémico Covid-19.

«De forma a ser garantida a protecção da saúde pública, dos trabalhadores envolvidos e simultaneamente controlar os factores de disseminação da doença e contágio, sendo adoptadas todas as medidas que assegurem as regras definidas pela Direção-Geral da Saúde», o município solicita «a maior compreensão e colaboração de todos os intervenientes», refere o aviso da autarquia.

A autarquia, liderada por Carlos Filipe Camelo, pretende assim permitir o regresso das pessoas a estes espaços de memória importante, para os muitos que desejam velar pelos seus entes queridos já falecidos, após um longo período de interregno provocado pela crise pandémica.

Também muitas Juntas e Uniões de Freguesias do concelho já anunciaram para sábado e domingo a reabertura dos cemitérios paroquiais, que têm estado encerrados para visitas devido à pandemia da Covid-19.

%d bloggers like this: