GNR da Guarda entrega vestuário e calçado a 15 lojas sociais e instituições do distrito

Escola Evaristo Nogueira, em São Romão, é uma das instituições beneficiadas

Escola Evaristo Nogueira, em São Romão, é uma das instituições beneficiadas

O Comando Territorial da GNR da Guarda iniciou hoje a distribuição de 2.900 peças de vestuário e de calçado, apreendidas em acções de fiscalização, a 15 lojas sociais e instituições dos 14 municípios do distrito.

«Desta vez estamos a entregar, principalmente, às lojas sociais dos concelhos do distrito, àqueles municípios que têm loja social, ou então a alguma instituição indicada pelos municípios para que nós façamos essa distribuição», explicou à agência Lusa o major Marco Pina, Relações Públicas da GNR da Guarda.

Segundo o responsável, desta vez, a opção do Comando Territorial da GNR da Guarda é entregar roupa e calçado «aos municípios e a instituições que têm um melhor conhecimento da realidade actual» e «das dificuldades que as famílias passam nesta altura» de crise provocada pelos efeitos da pandemia da Covid-19.

Como a pandemia «veio trazer algumas dificuldades económicas acrescidas a algumas famílias» da região, a GNR decidiu distribuir as peças contrafeitas, que foram apreendidas no decorrer da sua actividade operacional e que, por decisão judicial, foram declaradas perdidas a favor do Estado, para que possam ser distribuídas «pelas famílias mais necessitadas».

No seguimento da decisão judicial, o Comando Territorial da GNR da Guarda decidiu, mais uma vez, desenvolver a iniciativa solidária para que os artigos apreendidos possam chegar «às pessoas que atravessem maiores dificuldades».

Face às restrições impostas pela situação de calamidade e para evitar um grande aglomerado de pessoas no mesmo espaço físico, o processo de distribuição foi iniciado hoje e prolonga-se até sexta-feira.

A GNR está a distribuir 193 peças de calçado e vestuário a cada uma das 15 entidades abrangidas.

A medida contempla lojas sociais dos municípios de Aguiar da Beira, Almeida, Sabugal, Manteigas, Mêda, Trancoso, Celorico da Beira, Pinhel, Fornos de Algodres, Gouveia e Vila Nova de Foz Côa, a Fundação João Bento Raimundo e a Junta de Freguesia da Guarda (na Guarda), a Fundação D. Ana Paula (Figueira de Castelo Rodrigo) e a Escola Evaristo Nogueira, em São Romão (Seia).

%d bloggers like this: