Plataforma ‘online’ comercializa produtos da região das Beiras e Serra da Estrela

A Associação Empresarial da Região da Guarda (NERGA) e a Associação Distrital para a Sociedade de Informação (ADSI) anunciaram a criação de uma plataforma ‘online’ para comercialização de produtos locais a nível nacional e internacional.

Segundo os promotores, a plataforma electrónica de vendas “BEIRANOSSA” funciona como um ‘marketplace’ e pretende «ser uma nova ferramenta de vendas para as empresas da região, com realce para o comércio local, capaz de abrir novas oportunidades e dinamizar a economia local».

O presidente do NERGA, Pedro Tavares, disse à Lusa que a plataforma digital arrancou com a participação de 20 empresas de vários ramos de actividade. «É uma plataforma em constante actualização e queremos ser aglutinadores de toda a região. Por isso, os novos empresários e produtores que adiram [ao projecto] serão gradualmente adicionados, pois trata-se de uma plataforma que pretende ter dimensão para as pessoas terem os melhores resultados possíveis», explicou.

Segundo o responsável, a ideia «foi agregar» a região da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, embora «com o sonho» de também «tentar agregar» o território da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa.

«A ideia é ligar os produtores e os comerciantes no mercado global, primeiro em Portugal e, depois, a nível internacional, para o denominado mercado da saudade», disse Pedro Tavares.

Segundo as entidades parceiras no projecto, a iniciativa pretende «disponibilizar ao consumidor, num só local e à distância de um clique, um conjunto variado de bens e serviços, quer para mercado nacional quer internacional».

A plataforma, acessível na internet em www.beiranossa.pt, promove venda de produtos dos comerciantes e dos produtores da região das Beiras e Serra da Estrela, assumindo-se como um canal de venda alternativo, que permitirá que as empresas da região beneficiem das vantagens da economia digital, numa altura em que o país e o mundo enfrentam a pandemia causada pela Covid-19.

«O encerramento da maioria dos estabelecimentos comerciais e o confinamento da população, provocada por esta crise pandémica, trouxeram à tona a importância de as empresas encontrarem canais de vendas alternativos, impeditivos da paragem total dos seus negócios», referem o NERGA e a ADSI em comunicado.

A nota acrescenta que a nova plataforma de vendas ‘online’ permite às empresas «a comercialização, cobrança, expedição e gerir o serviço pós-venda dos produtos», sendo, nos primeiros seis meses, «totalmente gratuita paras os estabelecimentos aderentes».

A “BEIRANOSSA” agrupa produtos por categorias que se dividem em “Alimentação e Bebidas”, “Beleza, Saúde e Bem-Estar”, “Decoração/Lar”, “Produtos Regionais”, “Entretenimento”, “Equipamento Tecnológico e Electrodomésticos”, “Escritório e Papelaria” e “Moda e Calçado”.

%d bloggers like this: