Guarda Capital Europeia da Cultura lança concurso de fotografia e vídeo

A candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027 lançou um concurso de fotografia e de vídeo, que tem como objetivo divulgar o património material e imaterial da Beira Interior.

Segundo a candidatura, liderada pela Câmara Municipal da Guarda, o concurso, denominado “Olhar Sobre o Território”, está aberto a todos os habitantes que estejam interessados em participar.

Com a iniciativa, a organização pretende «projectar o território da Beira Interior através do olhar dos seus habitantes, lançando um desafio criativo à sociedade com o objectivo de fazer uma recolha de imagens em fotografia e vídeo, dando a conhecer os autores e a sua visão artística relativa à região».

«Pretende-se, com este concurso, dar a conhecer o património material e imaterial da Beira Interior segundo várias perspectivas», acrescenta a candidatura em comunicado.

De acordo com a nota, serão seleccionadas fotografias e vídeos «que transmitam surpresa, beleza, significado e emoção».

Os interessados em concorrer devem enviar os trabalhos até ao dia 8 de Setembro, através do preenchimento de um formulário disponível no ‘website’ da candidatura Guarda 2027 (https://www.guarda2027.pt/olhar).

«Para formalizar a participação, o autor deve fazer acompanhar a sua recolha com um consentimento expresso para a utilização da imagem/vídeo por parte da Candidatura Guarda 2027», adianta a organização, acrescentando que as imagens deverão ter uma resolução mínima de 2000px por largura.

Os trabalhos dos autores seleccionados serão partilhados nas plataformas da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027, sendo cada autor devidamente identificado e «constando um agradecimento formal a cada um deles no ‘website’ oficial».

Os autores seleccionados no concurso “Olhar Sobre o Território” serão convidados para os eventos futuros realizados pela Guarda 2027, conclui a fonte.

A candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027 tem como director executivo o arquitecto Pedro Gadanho, ex-diretor do MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, em Lisboa, e curador do departamento de arquitetura e ‘design’ do MOMA – Museum of Modern Art, em Nova Iorque.

O Conselho Estratégico é liderado por Urbano Sidoncha, professor na Universidade da Beira Interior, e a Comissão de Honra pela antiga ministra Teresa Gouveia.

O Conselho Geral, presidido pelo presidente do município da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, integra os presidentes de 17 autarquias da região (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Mêda, Pinhel, Seia, Sabugal, Trancoso, Belmonte, Covilhã, Fundão, Aguiar da Beira e Vila Nova de Foz Côa).

%d bloggers like this: